São
Miguel
do Gostoso

História

O Nome
São Miguel: homenagem ao arcanjo São Miguel; Gostoso: apelido carinhoso dado a um primitivo morador do lugar chamado Miguel Gostoso, o primeiro hospedeiro de Gostoso, que contava histórias engraçadas. O homenageado tendo boa conversa, costumava reunir as pessoas do povoado para narrar fatos e “gargalhar”.

Aspectos
Litoral selvagem águas limpas e bravias, realçadas pelas areias fulgentes que margeiam o mar. Vasto coqueiral que cerca toda orla. Ventos constantes ótimos para prática de Windsurf e Kitesurf. Muitas pousadas e restaurantes com moradores de várias regiões do Brasil e do mundo.

Religião
Em 29 de setembro de 1884 o Frei João do Amor Divino celebrou a primeira missa de São Miguel de Touros. Logo depois foi aberto o templo católico da localidade, construído pelo senhor Miguel Félix Martins, para cumprir promessa feita a São Miguel, pedindo a cura de uma enfermidade. Surgia assim o povoado de São Miguel de Touros.

Curiosidade
A casa mais antiga de São Miguel do Gostoso foi construída por Bento Ambrósio de Sant’Anna casado com Isabel Rodrigues de Sant’Anna. Teve sua reforma e ampliação em 1928. A casa foi construída no sítio “Caldeiro” que tinha originalmente cem braças de frente e uma légua de fundos. O piso totalmente em em tijolos brancos ainda é original, bem como as portas, paredes e janelas. Alí reside José Torres Teixeira, incentivador da cultura na localidade e proprietário, junto de sua esposa Maristela da Pousada e Restaurante Mar de Estrelas.

O município de São Miguel de Touros foi criado em 16 de julho de 1993 e em 1999 foi dada nova denominação ao município que passou a se chamar São Miguel do Gostoso.

Manifestação Folclóricas:

Bumba meu boi, Capelinha e Pastoril

Algumas imagens deste paraíso

São Miguel do Gostoso é atualmente um dos destinos mais badalados do Brasil. Com um público que cresce a cada ano. Descobrir Gostoso é uma experiência inesquecível.

descubragostoso@gmail.com